22 dezembro 2009

Sua resposta...

Costumo dizer que algumas coisas chegam ao nossos corações de forma incrivel...e misteriosa...mas, não cabe a mim questiona-las...e sim encontra uma forma de atender a um pedido...mesmo que esse seja tão silencioso, que somente uma conexão entre almas seja capaz de nos fazer escutar...
Então quando isso acontece...a gente coloca os joelhos no chão ... se entrega pra Deus e diz... "Pai...realiza o teu querer em mim"



A tristeza...a depressão...e o abandono são os piores sentimentos que o homem pode vivenciar...diria que é uma porta de entrada para a maldade oportunista, que transforma a vida do homem tornando-o um farrapo...
Ele perde o gosto pela vida...e ja não mais reconhece amigos...carinho... abandonando-se por completo...entregando se ao vicio...ao medo e ao descaso...
Um dia me tornei mãe...e desde o primeiro instante aprendi a amar meu filhotinho...se fosse possivel daria minha vida pela vida dele...de tão grande e intenso que se tornou esse amor...
Mas, Deus em sua infinita sabedoria me ensinou a enxergar e aceitar os lugares em que devemos estar...e o dele era juntinho do Pai...talvez até em seu colinho...
Diante desse amor indescritivel, penso quão triste deve ser para o coração de um pai e uma mãe ao perder seu filho para as drogas...certamente uma sensação de impotencia deve tomar conta da sua alma...e tudo o quanto ambos sonharam, passa a desmoronar diante de seus olhos...
Como seres humanos...pouco podemos fazer...pois, a recuperação é uma decisão própria...e a força vem de dentro do ser humano...não podemos dar a nossa...mas, podemos ensinar os primeiros passos pra que essas pessoas possam caminhar com seus próprios pés...
Podemos ser exemplos de fé...de coragem...e determinação...podemos caminhar lado a lado...segurar as mãos...e amparar quando o joelho vacilar...
Podemos sair de nosso mundinho perfeito e enxergar o outro como ser humano...sujeito a erros e acertos...
Às vezes as pessoas só precisam de um sinal para descobrirem que não estão só...

Esse é o meu sinal...e aqui está a minha mão...que não só se dispõe a amparar...como também levar o afago e todo meu carinho...
Nada é por acaso...tenha certeza disso...

* O vídeo acima fala de algo muito especial...vale a pena ouvir...pois, me pediram que eu trouxesse pra voce...não deixa de ver... afinal, você estava esperando por isso não é mesmo???

(Texto criado em 29/10/09 postado no Santuário)

Um comentário:

Loureiro disse...

Diante de um Lázaro morto Jesus conclama aos discípulos...
Retirai a pedra que jaz entre nós e o corpo do morto.
E ali Seu Poder e Glória não se fizeram Manifesto...posto que o Homem sincero...de porte simples modesto pode vencer o estorvo.
É assim. As pequenas coisas da Terra...que nos testam Esforço... Perseverança...Vitória...
Não são estorvos para a Glória...a Eterna Glória do Pai.
Sim pequena Bruma...nem toda bruma é somente fumaça...se a Luz trespassa.
Há sempre um gosto de Vida muita vez de aparente de Fel...que na suspeita de solidão faz o homem se sentir sozinho...desemparado... de triste e solene Vazio...
E na sensação do frio dormente se deixa deitado na laje que o endurece a mais...
Só cremos em pecado pois nos ensinaram assim...a crer no mal leviano...a ser um tal inumano.
Mas “Como seres humanos...muito poderemos fazer...pois, a recuperação é uma decisão própria...do coração que ama, posto que a força vem de dentro de cada um que é Ser...e podemos dar a nossa...com a força do pensar...do se afetar...e do ensinar pequenos passos...pois que os primeiros já se deram” ...
Cantemos a Deus
mas não percamos seu recado que ante o pecado nos diz do verdameiro Amor
ao receber os pequeninos...as viúvas...e mais... hoje os drogados.
Somos especiais para Deus mas Êle não precisará vir a nós
Se nos amparamos mutuamente...diligentemente...amorosamente.
Somos o que somos por que nos rotulamos, nos vigiamos, nos pacamizamos.
Mas qualquer que seja o vício...de dor...de amar ou sofrer...
somos só menininhos famintos, de colo carinho e amparo.
Deixar vir a vós as Criancinhas. Êle assim o disse de todos...de todos nós...criancinhas carentes...até o último instante.
Bjs do Loureiro...um lázaro qualquer:.